JEJUM não APRESENTA BENEFÍCIO ESPECIAL na PERDA de PESO

O jejum em dia alternativo ganhou alguma popularidade como uma técnica de perda de peso, mas uma pesquisa rigorosa descobriu que ele não tem resultado melhor do que a restrição calórica comum.

Os pesquisadores dividiram 100 pessoas com sobrepeso e obesidade em três grupos de forma randomizada: jejum em dia alternativo; dieta restrita a 75% da ingestão diária regular de energia; e um grupo de controle que seguiu plano de alimentação habitual. Os pesquisadores rastrearam a ingestão de calorias e todos os participantes eram saudáveis no início do estudo.

Aos seis meses, tanto os grupos restritos em jejum quanto em calorias perderam 6,8% do peso. Em um ano, o grupo de jejum caiu 6%, e o grupo de restrição calórica 5,3 por cento. Em outras palavras, não houve diferença estatisticamente significativa entre as duas dietas. O grupo de jejum em dia alternativo teve a maior taxa de desistência com 38%, em comparação com 29% para o grupo de restrição calórica e 26% para o controle.

Não houve diferença significativa entre os grupos na redução de fatores de risco cardiovascular como pressão arterial, colesterol ou triglicerídeos. A pesquisa foi publicada pelo JAMA Internal Medicine.

O autor sênior, Krista A. Varady, professora associada de nutrição na Universidade de Illinois, Chicago, disse que, mesmo o jejum não sendo para todos, vale a pena tentar.

De qualquer forma, ela acrescentou: “Não há nada mágico aqui. Nós estamos induzindo as pessoas a comerem menos comida de maneiras diferentes “.

Publicado no New York Times: https://nyti.ms/2qzhQfW

By NICHOLAS BAKALARMAY 3, 2017

Dr. Lourenilson Souza

Dr. Lourenilson Souza

Formado em Medicina pela Universidade Federal de Alagoas;
Especialista em Cirurgia Geral e do Aparelho Digestivo com Área de Atuação em Cirurgia Bariátrica;
Mestre e Doutor em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Conheça a Gastrobesidade